A patinadora Alina Zagitova, de 15 anos, deu hoje a primeira medalha de ouro à Rússia nos Jogos de PyeongChang2018, no dia em que o Canadá falhou pela primeira vez, em 20 anos, o pódio no curling.

Zagitova, que se impôs na prova de patinagem artística à sua compatriota Evgenia Medvedeva, e à canadiana Kaetlyn Osmond, medalhas de prata e bronze, respetivamente, tornou-se na segunda mais jovem medalhada em Jogos Olímpicos de Inverno, tendo apenas à sua frente a patinadora norte-americana Tara Lipinski, ouro na patinagem artística em Nagano1998.

No curling, a Suíça alcançou a medalha de bronze no torneio masculino, impondo-se ao tricampeão Canadá, que pela primeira vez desde a reentrada da modalidade no programa olímpico, em 1998, ficou fora das medalhas.

Na patinagem de velocidade, o holandês Kleld Nuis juntou o título dos 1.000 metros ao dos 1.500, repartindo o pódio com o norueguês Harvard Lorentzen, e ao sul-coreano Kim Tae-Yun, prata e bronze, respetivamente.

A Suécia impôs-se na prova de estafeta masculina de biatlo, batendo as favoritas Noruega e Alemanha, que terminaram nas segunda e terceira posições, respetivamente.

O francês Martin Fourcade, um dos seis atletas que somam três medalhas em PyeongChang, perdeu a oportunidade de ascender à liderança do quadro dos mais medalhados, ao terminar na quinta posição.

No esqui livre, o Canadá dominou a prova feminina com Kelsey Serwa a conquistar o ouro e a sua compatriota Brittany Phelan a prata.

No bobsleigh, a russa Nadezha Sergeeva teve um controlo antidoping positivo e aguarda agora o resultado da contra-análise.

A Noruega continua a liderar o 'medalheiro' com 13 ouros, tantos como a Alemanha que, no entanto, soma menos pratas (sete, contra 14 dos nórdicos).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.