O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, anunciou hoje que a organização dos Jogos de Paris2024 propôs a inclusão do breakdance no programa olímpico, uma medida sujeita a debate em 2020.

Bach anunciou a intenção em conferência de imprensa, admitindo que admira a “expressão verdadeiramente autêntica” do breakdance, um tipo de dança urbana nascida nos anos 1960 nos Estados Unidos, e pretende incluir a disciplina, que já tem campeonatos mundiais desde 1990 e estreou-se nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2018.

Na proposta da capital francesa figura também a escalada, o 'skateboarding' e o surf, estes três aprovados inicialmente apenas para Tóquio2020, numa fase inicial, mas que poderão ver agora alargado o período em que figuram no programa olímpico.

As quatro modalidades adicionais, assinalou Bach, pretendem “contribuir para criar uma agenda mais jovem e urbana”, sendo que o COI irá recomendar a inclusão na assembleia-geral, marcada para junho deste ano, em Lausana, mas a decisão final só será tomada no final de 2020.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.