Belgrado, 10 jun (Lusa) – As canoístas portuguesas Joana Vasconcelos e Teresa Portela afirmaram hoje que a conquista do título europeu em K2, em Belgrado, constitui uma motivação para o Mundial, a disputar em Montemor-o-Velho, em agosto.

“Foi uma prova bastante boa, mas também muito disputada, demos o nosso melhor, tal como tínhamos feito nos 500 metros. Queremos sempre mais, mas acabou com um final risonho. Sinto-me feliz, queremos sempre mais nos 500, mas agora é continuar o trabalho e preparar o Mundial”, afirmou Joana Vasconcelos, em declarações à RTP.

A dupla portuguesa venceu a final em 37,055 segundos, menos 28 milésimos de segundo do que as russas Natalia Podalskaya e Vera Sobetova, segundas classificadas, e menos 92 do que as polacas Dominika Wlodarczyk e Katarzyna Kolodziejczyk.

“É sempre bom ganhar uma competição, ainda por cima o campeonato da Europa, depois de uma final de K4 que não conseguimos um sétimo lugar no K2, em que achávamos que merecíamos mais. Deu-nos algum alento para continuarmos a preparar o Mundial”, referiu Teresa Portela, igualmente em declarações à RTP.

Joana Vasconcelos e Teresa Portela conquistaram a terceira medalha da seleção portuguesa em Belgrado, depois de Fernando Pimenta se ter sagrado tricampeão continental em K1 1.000 metros, no sábado, e, hoje, assegurado o bronze em K1 500.

O campeonato do mundo de canoagem de velocidade vai ser disputado em Montemor-o-Velho, entre 22 e 26 de agosto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.