O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, fez duras críticas a Frederico Varandas, presidente do Sporting, na sequência do clássico de basquetebol entre as duas equipas.

"Este tipo de acontecimentos tem acontecido pelos pavilhões e relvados do país, não só nos jogos do Sporting contra o FC Porto. Acontece desde que Frederico Varandas é presidente do Sporting, é uma marca da presidência dele e ele é o responsável por isto", disse o dirigente em declarações no Porto Canal.

"Frequento a garagem do Dragão há uns anos, desde quando o nosso grande rival por tradição era o Benfica. Houve momentos de grande tensão, mas nunca situações como no FC Porto-Sporting para a Liga", destacou.

Francisco J. Marques continuou ainda a comparação à relação com os encarnados. "Todos nos lembramos onde tudo começou, quando um senhor malcriado foi à sala de imprensa insultar o FC Porto e o seu presidente. E, pior, mentiu. Quando era com o Benfica as pessoas não se falavam, mas sabiam comportar-se. Os dirigentes do Sporting não se sabem comportar e isso tem sido regra em várias modalidades. Agora quero ver que consequências haverá para estes gestos do Flávio Nascimento e do António Monteiro? Os comportamentos foram à vista de toda a gente…", rematou.

Recorde-se que, na terça-feira, durante o segundo jogo da meia-final do play-off de basquetebol, o sportinguista António Monteiro (que já representou o FC Porto) foi expulso e, no momento de saída de campo, fez alguns gestos obscenos para os adeptos dos dragões, tal como Flávio Nascimento, adjunto de Luís Magalhães.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.