Nos últimos dias, o lutador de MMA Israel Adesanya tem estado nas bocas do mundo pelas piores razões. O nigeriano, que tem passaporte neozelandês, deixou ameaças a Kevin Holland nas redes sociais e tem sido duramente criticado.

"Vou violar-te, cara***", disse Adesanya para o norte-americano num vídeo publicado na rede social Instagram e que deixou os seguidores do lutador bastante insatisfeitos.

O vídeo acabou por ser apagado, mas não impediu que Grant Robertson, vice-primeiro-ministro da Nova Zelândia, reagisse à atitude de Adesanya. "Temos de ver a violação como um assunto sério. Não é um tema sobre o qual se devam fazer piadas ou comentários frívolos", frisa o dirigente neozelandês à Radio New Zeeland.

No entanto, Grant Robertson, que também é ministro do desporto, acredita que Israel Adesanya tenha entendido a gravidade das suas palavras. "Tenho a certeza de que o Israel entende isso. Acredito que apagou a publicação em questão por isso mesmo. Caberá ao UFC decidir o que fazer", rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.