O FC Porto venceu o Sporting por 33-30 no Dragão Arena, num dos jogos mais importantes da época, e tem tudo para se sagrar campeão nacional.

A equipa de Magnus Andersson fez uma ponta final fantástica, a recuperar no marcador até vencer por três golos de diferença. O Sporting chegou a ter cinco golos de vantagem mas permitiu a recuperação do adversário.

A equipa de Rui Silva estava obrigada a vencer para igualar o FC Porto na liderança do campeonato e, se possível, por mais de seis golos, de forma a ganhar vantagem no confronto direto com os Dragões, uma vez que os campeões nacionais venceram no Pavilhão João Rocha por seis golos.

Ao intervalo, o Sporting vencia por 17-14 e, no início do segundo tempo, chegou a ter cinco golos de vantagem, tirando partido da excelente exibição de Pedro Valdés e Carlos Ruesga.

Num jogo emotivo, o FC Porto marcou cinco golos contra zero do Sporting para confirmar o triunfo que o deixa com o título na mão.

Destaque para António Areia, autor de 11 golos, e também para Daymaro Salina, importante no ataque do FC Porto. Mas o grande destaque foi, mais uma vez, o guarda-redes macedónio Mitrevski, com grandes defesas que mantiveram o FC Porto na disputa da vitória.

No fim do encontro, o Sporting homenageou Alfredo Quintana: Pedro Valdés entregou uma placa com a figura do luso-cubano a Victor Iturriza.

O FC Porto soma por vitórias todos os 26 jogos realizados e fica agora com mais quatro pontos de vantagem sobre o Sporting, quando faltam quatro rondas para o final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.