Anderson, antigo jogador do FC Porto, e chegou a atuar no Manchester United foi esta sexta-feira acusado de desvio de dinheiro pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul.

De acordo com imprensa, Anderson é suspeito de pertencer a um esquema de lavagem de dinheiro e desvio através da aquisição de criptomoedas. Esquema essa que terá lesado a Bolsa de Valores em 5,5 milhões de euros.

Em declarações ao Globoesporte, o jogador confirmou que de facto fez investimentos em criptomoedas em 2019 e que a sua empresa terá vendido bitcoins a um dos envolvidos no esquema, mas o jogador desconhecia a origem do dinheiro para a aquisição, garante o advogado do jogador. "Ainda não fomos intimados. Existe uma investigação, disso o Anderson tem conhecimento. Mas ele vai provar que foi vítima, não participante. É a posição dele", atirou.

Anderson de 33 anos terminou a carreira em 2019.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.