Rúben Amorim antecipou, esta sexta-feira, a antevisão do jogo da Supertaça frente ao SC Braga, que terá lugar à 20h45 deste sábado.

Regresso

Muitas saudades vossas. A época vai ser muito mais desgastante, um desafio enorme, vamos jogar competições diferentes, temos mais responsabilidade, mas vamos encarar sem receio. Tivemos uma época muito boa, mas com pontos muito baixos também e temos de ter atenção a esses momentos, sabendo que no Sporting há muita cobrança. Olhamos para o novo desafio com muito entusiasmo.

Maior responsabilidade

"É maior temos já um ano de trabalho, uma forma de jogar ainda melhor e a responsabilidade aumenta. Não estamos num nível superior dos adversários, não temos o mesmo orçamento. Não mudou assim tanto. É o senso comum. Já viram esta equipa fazer coisas boas e adeptos do Sporting querem ver todos os dias algo mais. Não quero que se agarrem a um título. A responsabilidade está lá sempre, mas o título já passou e há que querer mais."

Melhorar no ataque

"Queremos sempre mais, penso que o ano passado fomos o 2.º ou 3.º melhor ataque. No último jogo, o Lyon veio intenso, mas será diferente do Sp. Braga. Não vai deixar tantas vezes o um para um como o Lyon deixou, vai ser completamente diferente. Temos uma ideia e há que melhorar. O último jogo não diz nada, este vai ser muito difícil. Temos várias opções, podemos modificar ao longo do jogo."

Elogios ao SC Braga

"Tem capacidade de lutar por todos os jogos. O Sp. Braga pode vencer qualquer jogo na Liga, tem jogadores experientes, mas não tem o mesmo pedigree dos três grandes e isso demora muito a construir. Mas há que ter em conta o Sp. Braga em todos os jogos."

Cobrança dos adeptos no estádio

"São rapazes inteligentes mas que ainda não viveram isso. Houve jogos em casa em que controlámos bem o jogo e eles têm de saber que vamos sentir alguns assobios em alguns momentos e eles estão preparados para isso. Lenços brancos? Temos de estar preparados para eles como qualquer clube grande."

Reforços

"Temos o plantel que queremos. Gosto muito de todos os jogadores, fomos buscar jogadores jovens; o Esgaio porque precisávamos, o Vinagre que é um talento, dois jogadores da formação do Sporting. Em relação a reforços, não falo de jogadores que não são nossos."

Substituto de João Mário

"Temos várias opções, estão todos preparados e já tínhamos a época passada. A nossa ideia vai mudando de jogo para jogo. O que a equipa perde com saída dele? O João Mário tem uma experiência diferente, muitos anos ao mais alto nível. (...) Temos um jogador como Dani com um talento enorme, uma margem de crescimento muito grande, Matheus Nunes tem características diferentes. É mais rápido, mais forte, consegue jogar entre linhas, ir no espaço. O Sporting está bem, não carece de outro tipo de jogador para aquela posição e há o Tabata.

Sporting não é bicampeão há 70 anos

"O importante é ganhar o próximo jogo, já nos dá um título, mas não vamos falar agora de uma coisa que só sabemos no final."

Sporting mais forte?

"Quando temos um treino menos bom, temos o jogo do Lask no computador para não nos esquecermos. Estamos muito mais fortes porque jogamos melhor e temos mais experiência:"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.