Declarações de Jorge Jesus, treinador do Benfica, à RTP3, após a derrota diante do FC Porto (0-2), no Estádio Municipal de Aveiro, da Supertaça Cândido de Oliveira.

"É uma final, um único jogo, uma decisão, que perdemos para o FC Porto. Duas partes equilibradas, com diferença nos golos. Nos primeiros 15 minutos tivemos duas saídas de dois contra um e não soubemos aproveitar... O FC Porto faz um golo de penálti, geriu o 1-0 e eu tentei tudo no final, nos últimos cinco minutos, a tirar laterais e a meter dois jogadores que levassem a bola aos avançados, com o Pedrinho como terceiro avançado. Quando estávamos a arriscar tudo, o FC Porto faz o 2-0 no contragolpe."

"No final vale quem ganha, mas penso que nesta final houve momentos em que fomos melhores e não soubemos aproveitar. Nos momentos em que o FC Porto foi melhor, soube aproveitar, não falhou. Não conseguimos fazer a diferença nas vantagens. A objetividade das equipas foi a chave."

[Importância da Supertaça] "Claro que é importante para o historial, um troféu que não conquistámos e que queríamos ganhar. Agora, para o campeonato e para o resto, esta Taça tem a importância do momento, porque nos últimos anos o FC Porto tem ganho ao Benfica. Fomos muito confiante para o jogo, onde a principal diferença esteve na eficácia."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto