O Génova, o clube de futebol mais antigo de Itália, foi vendido à 777 Parters por 150 milhões de euros, com o grupo de investimento norte-americano a ficar com 99,9% do capital social, anunciou hoje o emblema, em comunicado.

“O novo proprietário vai injetar capital no clube e assumirá certas responsabilidades relacionadas com esse capital. O proprietário anterior, Enrico Preziosi, vai continuar como presidente, enquanto Alessandro Zarbano permanece como CEO, administrando as operações diárias”, lê-se num comunicado do Génova.

O investimento foi liderado por Josh Wander e Steve Pasko, os fundadores da 777 Partners, bem como Juan Arciniegas, que supervisiona os investimentos em desporto, media e entretenimento, e Andres Blazquez, o sócio operacional que ajuda a gerenciar os investimentos da empresa no futebol.

O 777 Partners tem sede em Miami, nos Estados Unidos, e também possui uma pequena participação (6%) no Sevilha.

O Génova foi fundado em 1893 e é o clube mais antigo de Itália. Obteve sucesso no início do século passado, com nove títulos da Serie A, o último em 1924, mas nunca mais alcançou esse estatuto.

Na Serie A, AC Milan, Roma, Fiorentina, Bolonha, Spezia e Veneza também têm donos norte-americanos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.