Joaquim Evangelista encara com naturalidade a saída de Vítor Pereira do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), face à contestação que cresceu em torno do seu nome.

“É um ciclo que se encerra e acho que se vai abrir outro para o Vítor Pereira, por quem tenho muita estima”, considerou Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores, reconhecendo competência ao ex-árbitro de futebol.

Ainda de acordo com o dirigente, “a arbitragem é um sector muito problemático e não é fácil, por muito empenhamento e competência, agradar a todos os sectores do desporto e do futebol em particular”.

“É ingrato, muitas vezes, para quem exerce bem as suas funções, ser objeto de uma crítica que muitas vezes vai para além daquilo que é aceitável”, disse.

Para Joaquim Evangelista, Vítor Pereira fez bem. “Acho que temos que saber em cada momento sair com dignidade e respeito e abraçar novos desafios. O Vítor tem muito a dar ao futebol português e espero que o continue a engrandecer. No que me diz respeito não deixarei de o apoiar”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.