Apontado como reforço do Benfica a custo-zero para a próxima época, Rodrigo Pinho chegou a ser apontado às 'águias' no último mercado de transferências de Inverno mas a transferência acabou por não se concretizar.

O jornal 'Record' vem agora, na sua edição desta sexta-feira, explicar que Jorge Jesus queria mesmo ter começado a contar com o avançado brasileiro do Marítimo já em janeiro, mas Luís Filipe Vieira não lhe fez a vontade, fazendo questão de que o jovem Gonçalo Ramos se mantivesse no plantel.

Segundo aquele jornal, o presidente do clube da Luz deu parecer negativo ao negócio de investir já num jogador que poderá depois contratar sem custos, visto que um eventual negócio com o Marítimo envolveria o empréstimo de Gonçalo Ramos aos madeirenses, com os 'encarnados' a suportarem os vencimentos do internacional sub-21 português.

Rodrigo Pinho, de 29 anos, soma 15 golos em 18 jogos pelo Marítimo esta temporada no conjunto de todas as competições, tendo bisado na última jornada, frente ao Nacional. Quanto a Gonçalo Ramos, de 19 anos, leva dois golos em 11 jogos pela equipa principal do Benfica esta temporada, mas para a I Liga, prova na qual ainda não foi titular em 2020/21, somando apenas três partidas na condição de suplente utilizado, não joga desde a 17.ª jornada, disputada no início de fevereiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.