O Sporting emitiu, esta sexta-feira, um comunicado onde reage às notícias que davam conta da alegada detenção de Jovane Cabral por conduzir sem carta de condução.

O clube de Alvalade não confirma o sucedido, mas garante que se se comprovar que a carta de condução do jogador é falsa, este será "severamente punido".

"A propósito das notícias hoje divulgadas relativas a Jovane Cabral, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD informa que, se se vier a confirmar que o título de condução apresentado pelo atleta é falso, o jogador será alvo de um processo disciplinar e severamente punido, caso seja comprovada a sua culpa nesta situação", pode ler-se na nota.

O avançado, de 21 anos, foi hoje detido em Odivelas, numa operação de controlo rodoviário em que não terá apresentado título de condução, algo que já tinha acontecido no Sporting, com o médio Wendel.

Em maio, o brasileiro também tinha sido detido e presente a tribunal, depois de ser parado numa operação, sem que tivesse carta de condução válida, o que levou então o Sporting a exigir aos jogadores que apresentassem títulos válidos.

Na quinta-feira à noite, Jovane Cabral entrou nos últimos minutos do jogo em que os ‘leões’ perderam em casa com o Rio Ave, por 2-1, na primeira jornada da Taça da Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.