Sporting e FC Porto empataram a um golo no Estádio José Alvalade, em partida da 5.ª jornada da I Liga 2021/22, e seguem a par na tabela classificativa, mas viram o Benfica fugir no topo da classificação.

Veja o resumo do jogo!

Numa primeira parte em que foram claramente superiores, os leões marcaram por intermédio de Nuno Santos e saíram em vantagem para o intervalo em vantagem. Porém, na segunda parte o FC Porto cresceu e acabou por igualar o encontro graças a um grande golo de Luis Diáz.

Quatro amarelos no primeiro quarto de hora

Com algumas novidades e algumas surpresas dos dois lados, face, sobretudo, à indisponibilidade de vários jogadores, o encontro começou tenso e os nos primeiros três minutos Nuno Almeida, árbitro do encontro, mostrou o cartão amarelo...por três vezes.

Foi, ainda assim, o Sporting que mostrou uma maior intenção de pegar no jogo, com o FC Porto a procurar explorar a velocidade de Taremi, Corona e Luis Díaz nas costas da defesa leonina. Lances de perigo, porém, nem vê-los e o que ia dando que falar eram os cartões amarelos. Aos 14 minutos, mais um. Desta feita a Paulinho, por protestos.

Nuno Santos abre o ativo

Porém, logo a seguir o Sporting ia ganhar vantagem. Pedro Porro, esta noite titular no lugar de Ricardo Esgaio, arrancou pela direita sem oposição, cruzou rasteiro para o coração da grande área do FC Porto onde Nuno Santos, solto de marcação, desviou de forma subtil para o fundo das redes.

Em desvantagem, foi então vez de o FC Porto pegar no jogo e correr atrás do prejuízo. Logo depois do golo, de cabeça, atirou ligeiramente ao lado da baliza de Adán. Mas, à exceção desse lance, os dragões não conseguiam criar verdadeiramente perigo, apesar de estarem agora mais instalados no meio-campo contrário.

Diogo Costa brilha e nega o segundo a Nuno Santos por duas vezes

E, apesar desse domínio territorial do FC Porto, o Sporting não deixava de atacar e criava até mais perigo do que o adversário. Num desses lances, só uma grande intervenção de Diogo Costa evitou que Nuno Santos bisasse na partida. Isolado por Jovane Cabral, Nuno Santos atirou de pé esquerdo e o jovem guarda-redes azul e branco, também com a perna esquerda, defendeu para canto.

Minutos mais tarde, num lance tirado quase a papel químico, Nuno Santos voltou a surgir isolado, voltou a rematar de pé esquerdo e Diogo Costa voltou a brilhar, desta vez lançando-se para a sua esquerda para evitar o 2-0.

Sérgio Conceição mexe ainda antes do intervalo, FC Porto cresce no do segundo tempo

Com a sua equipa a não conseguir encontrar soluções, Sérgio Conceição tentou mudar o rumo dos acontecimentos com duas alterações ainda no decorrer da primeira parte. Assim, do banco saltaram Manafá e Sérgio Oliveira para os lugares de Marcano e Bruno Costa, mas até ao final dos primeiros 45 minutos os azuis e brancos não foram capazes de colocar Adán à prova.

Os instantes iniciais da primeira parte até pareceram mostrar que o Sporting iria continuar a ser mais perigoso, mas a verdade é que, aos poucos, o FC Porto se começou a acercar mais da grande área leonina, sobretudo graças à criatividade de Luis Diáz.

Momento de inspiração de Luis Diáz e empate no marcador

Lances de perigo, porém, escasseavam, com a defesa do Sporting a mostrar-se à altura. Até que o inevitável Luis Diáz sacou um coelho da cartola e restabeleceu a igualdade. O colombiano recebeu a bola na esquerda, na quina da grande área do Sporting, fletiu para dentro e atirou em arco, para um grande golo, sem hipóteses de defesa para Adán.

O Sporting não acusou o golo e, na resposta, Paulinho, de cabeça, quase recolocou os da casa na frente, mas uma vez mais Diogo Costa brilhou na baliza do FC Porto. Minutos mais tarde, num excelente lance de contra-ataque, Esgaio cruzou largo, o estreante Sarabia, que entretanto tinha saltado do banco para o seu primeiro jogo de leão ao peito, tocou para assistir Paulinho, mas Pepe antecipou-se e evitou o golo dos leões com uma intercepção providencial.

Houve ainda tempo para Toni Martinez ver a cartolina amarela por duas vezes num curto espaço de tempo e receber ordem de expulsão, mas o resultado não viria a sofrer mais alterações até ao apito final.

Veja o resumo do jogo!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.