Uma fonte oficial do Sporting desmentiu a existência de salários em atraso nas modalidades ao contrário do que foi veiculado por Elsa Judas nas redes sociais.

Em declarações ao jornal Record, uma fonte oficial do clube de Alvalade garantiu que não há salários em atraso nas modalidades, contrariando as afirmações de Elsa Judas no Facebook em que a ex-sócia do Sporting acusou Frederico Varandas de tentar resolver o caso Gelson para pagar às modalidades.

Recorde-se que Elsa Judas foi recentemente expulsa de sócia do Sporting Clube Portugal por ter assumido o cargo de presidente da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral, um órgão criado "de forma abusiva" pelo antigo Conselho Diretivo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.