Atualmente na MLS ao serviço dos Vancouver Whitecaps, Ryan Gauld não esquece a passagem pelo Sporting e acredita que o cenário teria sido diferente se chegasse a Alvalade neste momento.

"Acho que o primeiro ano, com Marco Silva, correu bem. Fiz cinco jogos e estava pronto para mais no segundo ano, mas o Sporting mudou de treinador e ele não gostou de mim", lembrou em declarações ao jornal Record, referindo-se a Jorge Jesus, que chegou ao Sporting em 2015.

"Se calhar, podia ter trabalhado mais para ter mais oportunidades, mas acontece no futebol. Às vezes, quando não estás no sítio certo, tens de mudar e foi por isso que quis ser emprestado. Pensei que o melhor era sair para jogar com regularidade depois de duas épocas na equipa B", acrescentou.

"Eu acho que, se calhar, agora teria mais oportunidades. Vejo muitos jogos da Liga portuguesa, vejo a maioria dos jogos do Sporting e com mais oportunidades poderia fazer algo. Mas também é verdade que o Sporting tem grandes jogadores e não seria fácil tirar qualquer um deles da equipa", rematou Gauld.

Recorde-se que o médio escocês chegou ao Sporting na temporada 2014/2015 proveniente do Dundee United. Na primeira época em Alvalade realizou cinco jogos sobre o comando técnico de Marco Silva, mas depois disso foi emprestado ao Vitória de Setúbal, ao Desportivo das Aves, ao Farense e ao Hibernian. Acabou por deixar os leões em definitivo na temporada 2019/2020 para assinar pelo Farense.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.