Os jogos da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol vão poder contar com 10 por cento da lotação dos estádios, com adeptos da equipa visitada e teste negativo à COVID-19, anunciou hoje a Liga de clubes.

"Os jogos da última jornada da Liga NOS vão ter público nas bancadas, sendo autorizada a presença de 10% da lotação dos estádios. O acesso aos estádios será exclusivamente destinado aos adeptos dos clubes visitados, que devem apresentar, à entrada do recinto, o resultado negativo de um teste rápido para a COVID-19", lê-se no comunicado do organismo.

A última jornada do campeonato, ainda sem horários definidos, vai ser disputada nos dias 18 e 19 de maio.

"Os clubes devem seguir as orientações que foram aplicadas nos testes-piloto já realizados. A decisão foi tomada depois de várias reuniões da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) com as autoridades de saúde pública e o governo, e que se intensificaram nas últimas semanas", prosseguiu a LPFP, acrescentando que "o plano apresentado pelas entidades desportivas contou com a colaboração e validação da Direção-Geral da Saúde (DGS)".

"Os jogos da última jornada da I Liga são eventos-teste que podem viabilizar o regresso de público aos estádios", rematou a LPFP.

No entanto, nem todas as equipas terão direito a apoio dos seus adeptos já que metade delas joga fora de casa. Esta medida gera desigualdades, numa altura em que ainda há várias decisões em aberto na Primeira Liga, como o acesso às provas da UEFA e quem desce de divisão.

Marítimo, Rio Ave, Farense, Boavista e Famalicão não contarão com o apoio dos seus adeptos mas poderão entrar na última jornada ainda a lutar pela permanência.

A desigualdade também se notará nos jogos que envolvem equipas da parte de cima da tabela. O FC Porto e o Benfica lutam pelo segundo lugar, que dá acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões. Na última ronda os Dragões recebem o Belenenses SAD e o Benfica joga fora com o Vitória de Guimarães, que inica hoje o cumprimento do castigo de três jogos à porta fechada devido aos incidentes com o avançado maliano do FC Porto Marega, no encontro entre as duas equipas, em Guimarães, na temporada passada. Ou seja, encontro no Minho seria sempre a porta fechada.

Santa Clara e Moreirense, que lutam ainda por uma vaga nas provas da UEFA, contarão com público nas respetivas bancadas, ao contrário do Belenenses SAD, que joga fora.

Jogos da 34.ª Jornada | Estádio |  Máximo de público presente

Nacional vs Rio Ave: Estádio da Madeira - 550 pessoas

Santa Clara vs Farense: Estádio de São Miguel - 1250 pessoas

Sporting vs Marítimo: Estádio de Alvalade - 5 mil pessoas

Portimonense vs SC Braga: Estádio Municipal de Portimão - 490 pessoas

Gil Vicente vs Boavista: Estádio Cidade de Barcelos - 1200 pessoas

Vitória Guimarães vs Benfica: Estádio D. Afonso Henriques (sem público, clube da casa cumpre castigo)

FC Porto vs Belenenses SAD: Estádio do Dragão - 5 mil pessoas

Tondela vs Paços de Ferreira: Estádio João Cardoso - 500 pessoas

Moreirense vs Famalicão: Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas - 610 pessoas

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.