O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença disse esta terça-feira que as tecnologias que vão ser usadas na final da Taça da Liga, na próxima sexta-feira, poderão ser introduzidas na próxima época nas competições profissionais.

"Queremos fazer da Liga Portugal uma liga que esteja na vanguarda daquilo que é a defesa dos interesses mais altos das competições e, por isso, temos a pretensão de inserir já no próximo ano este tipo de novidades, nomeadamente os 5.º e 6.º árbitros e, se possível, o sistema de tecnologia de golo de baliza".

No jogo de sexta-feira entre Benfica, que assegurou esta semana o tricampeonato, e Marítimo, que repete a presença na final, depois de ter sido derrotado na época passada pelos 'encarndos', vai estar disponível o sistema de tecnologia de golo de baliza, que permite ao árbitro, em caso de dúvida, ser auxiliado na tomada de decisão se a bola passou ou não a linha de golo, e contará com a participação de dois árbitros adicionais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.