O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, lamentou hoje a morte do antigo futebolista Bernardo Tengarrinha, aos 32 anos, vítima de um linfoma de Hodgkin.

“À família, amigos, a Liga Portugal endereça as mais sentidas condolências”, pode ler-se na nota publicada no sítio oficial na Internet da LPFP.

Tengarrinha, natural de Sátão, distrito de Viseu, morreu hoje aos 32 anos, vítima de um linfoma de Hodgkin.

O antigo jogador tinha interrompido a carreira em 2017, aos 28 anos, após lhe ter sido diagnosticado o problema oncológico, uma doença que tem sintomas parecidos aos da leucemia.

Desde então tinha-se tornado embaixador do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) para a saúde mental.

A Liga recordou ainda a carreira do defesa e médio português como a passagem pela formação do Benfica e FC Porto, clube onde passou a jogador profissional.

“Ao longo da sua carreira, jogou ainda no Estrela da Amadora, Olhanense, Santa Clara, Vitória de Setúbal, CSKA Sofia (Bulgária), Chaves e Boavista, onde terminou a carreira em 2016-17, devido ao seu problema de saúde”, pode ler-se.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.