O Paris Saint-Germain exerceu junto do Benfica a opção de compra que detinha sobre o futebolista português Gonçalo Ramos, pagando 65 milhões de euros (ME) pelo avançado que estava cedido aos parisienses, anunciou hoje a SAD dos ‘encarnados’.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD benfiquista informou que o PSG “exerceu a opção de transferência a título definitivo dos direitos desportivos do jogador Gonçalo Matias Ramos, pelo montante de €65.000.000 (sessenta e cinco milhões de euros) acrescido de uma remuneração variável associada a objetivos, pelo que o montante global da transferência poderá atingir o montante de €80.000.000 (oitenta milhões de euros)”.

Na mesma nota, os ‘encarnados’ indicam que o emblema gaulês “terá direito a reter o mecanismo de solidariedade de 5%, para posterior distribuição aos clubes que participaram na formação do jogador”, enquanto a SAD do Benfica “terá encargos com serviços de intermediação de 10% do valor da venda deduzido do montante da solidariedade”.

O PSG também confirmou, através do seu site oficial, ter acionado a cláusula de compra sobre o avançado internacional português, que assinou um contrato válido até 2028 com os campeões gauleses.

Gonçalo Ramos tinha sido cedido pelo Benfica aos parisienses até ao final da presente temporada, tendo até ao momento marcado dois golos em 15 partidas disputadas pela equipa em que alinham os também lusos Danilo Pereira, Nuno Mendes e Vitinha.

O avançado, de 22 anos, despontou há três temporadas na equipa ‘encarnada’, mas teve em 2022/23 a sua melhor época, ao assinar 27 golos, 19 dos quais na I Liga, num total de 47 jogos.

Natural de Olhão, o avançado estreou-se na equipa sénior do Benfica em 2019/20, anotando um 'bis' na goleada ao Desportivo das Aves (4-0), depois de ter sido aposta de Nélson Veríssimo para os últimos cinco minutos do encontro da 33.ª jornada da I Liga, em 21 de julho de 2020.

Também a primeira internacionalização ficou marcada por um golo, mais uma vez num triunfo por 4-0, no particular frente à Nigéria, em 17 de novembro de 2022. No total, soma 10 internacionalizações e sete golos, incluindo um ‘hat-trick’ frente à Suíça (6-1), no Mundial2022.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.