Jonathan Urretaviscaya, mais conhecido no mundo do futebol por Urreta, defendeu Adrián López, futebolista do FC Porto que tem vindo a ser muito criticado neste início de temporada, devido às más exibições. Urreta defende que os 11 milhões pagos pelo FC Porto para ter o avançado pode nem ser um investimento muito grande.

“O Adrián é um grandíssimo jogador, treinei e joguei com ele e confirmo isso. Se custou 11 milhões de euros [ por 60% do passe], se calhar é barato, a meu ver. Joguei com ele, sei o que ele pode dar, acho que é muito bom jogador”, atirou.

O futebolista de 24 anos diz que o segredo é ter paciência: “Percebo as pessoas do FC Porto, é uma equipa grande e pagou muito dinheiro, mas ele é um grande jogador, não se vão arrepender e espero que as coisas corram bem para ele”.

No entanto, Urreta afiançou também que o avançado de 26 anos renderá mais a jogar como ponta-de-lança do que encostado a uma das alas.

“O FC Porto tem muitos grandes jogadores, Jackson, Quintero, Brahimi, mas acho que o Adrián pode ser uma boa opção como ponta-de-lança. No “Depor”, jogava mais como ponta-de-lança, mas às vezes também jogava nas alas. Do que eu me recordo, o melhor momento dele foi no centro, aí ele é muito bom”, acrescentou depois.

O uruguaio definiu Adrián como um jogador “rápido, potente e bom tecnicamente”, recordando que este teve sucesso no Atlético de Madrid, o seu anterior clube.

“Ele é muito rápido, muito potente, muito bom tecnicamente. Por alguma razão ele jogou no Atlético de Madrid e bem, porque jogou bem. O Atlético também tem bons jogadores e por uma razão ou por outra teve que sair. Mas acho que ele foi bem vendido para o FC Porto e ainda tem tempo para fazer melhor as coisas”, concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.