Carlos Brito, técnico do Rio Ave, considerou que “o empate seria mais justo”, lembrando que não teve “medo de admitir” que “no jogo da Taça de Portugal o FC Porto foi um justo vencedor”.

“Pelo que fizemos, o empate seria o mais justo. Na primeira parte controlámos bem o jogo do FC Porto, tivemos duas oportunidades para ficar na frente. Teria sido importante”, frisou o técnico vila-condense.

As duas derrotas pesadas sofridas em jogos anteriores (5-1 do Olhanense e 5-0 do Sporting) fizeram mossa no espírito vila-condense mas Carlos Brito quis realçar a forma como os seus jogadores deram a volta e congratulou-os pela atitude demonstrada hoje dentro de campo.

O FC Porto foi este sábado ao Estádio do Rio Ave vencer por 0-1, com golo de Farías, em encontro da 26ª jornada da I Liga. Os Dragões continuam em terceiro com 56 pontos, menos cinco que o segundo classificado, o Sporting de Braga, que esta tarde foi a Leiria vencer por 1-2.

Esta quarta-feira as duas equipas, FC Porto e Rio Ave, voltam a defrontar-se no Estádio do Dragão, mas desta vez em jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.