O Benfica recebe no final da tarde o FC Porto na Luz, em jogo da 31.ª ronda da I Liga de Futebol. Com o título mais longe, os dois conjuntos olham para o segundo lugar, que dá acesso direto à fase de grupos da Liga dos Campeões. Os campeões nacionais somam mais quatro pontos que o Benfica, pelo que em caso de triunfo deixam a questão do 2.º lugar praticamente arrumado. O Benfica precisa de vencer esta tarde e todos os outros jogos e esperar que o FC Porto perca pontos pelo menos num dos jogos até ao final da temporada.

Este é o clássico 247 entre SL Benfica e FC Porto, com os portistas a apresentarem vantagem: somam 97 vitórias, contra 88 triunfos dos encarnados.

Em casa, o SL Benfica apresenta vantagem nos duelos frente ao FC Porto, tendo vencido mais de metade dos jogos (62 vitórias em 115 jogos). Os portistas triunfaram no Estádio do Sport Lisboa e Benfica por 23 vezes

Na I Liga, as duas equipas defrontaram-se por 173 vezes, com vantagem do FC Porto: os portistas somam 68 vitórias, enquanto os encarnados venceram em 57 ocasiões.

O FC Porto não perde frente ao SL Benfica há cinco jogos (quatro vitórias e um empate). Nas três últimas épocas, o FC Porto venceu em casa do SL Benfica por duas vezes. O FC Porto venceu metade dos jogos realizados em casa do SL Benfica nas seis últimas épocas (três vitórias).

Nas seis últimas épocas, o SL Benfica só venceu o FC Porto em casa por uma vez: 1-0 em 2018-19. Na época passada, o FC Porto venceu no Estádio Sport Lisboa e SL Benfica por 0-2. Na 1.ª volta, as duas equipas empataram 1-1 no Estádio do Dragão

Jesus vs Conceição

Jorge Jesus perdeu mais de metade dos jogos realizados frente ao FC Porto: 25 derrotas em 48 jogos. Soma, ainda, 12 empates e 11 vitórias.

Jorge Jesus não perdeu os nove últimos jogos disputados em casa frente ao FC Porto. O treinador dos encarnados tem vantagem nos duelos frente a Sérgio Conceição: em 17 jogos entre os dois treinadores, o treinador do SL Benfica soma sete vitórias, enquanto o técnico do FC Porto venceu por cinco vezes.

Sérgio Conceição apresenta um histórico equilibrado frente ao SL Benfica: em 20 jogos, soma nove derrotas e oito vitórias.

O que disseram os treinadores

Jorge Jesus lembrou que “nestes jogos não conta quem está mais à frente ou mais atrás” na classificação e recusou quantificar a importância que o ‘clássico’ assume para os objetivos de ambos os rivais.

“É importante para as duas equipas. Cada uma com os mesmos objetivos de poder ficar diretamente ligado à ‘Champions’ e uma ainda com a possibilidade de sonhar que pode chegar ao primeiro lugar. Portanto, aquilo que entendo é 50%, não vejo que o FC Porto tenha mais responsabilidade em função daquilo que pode ser atingido em termos desportivos”, disse o técnico dos ‘encarnados’.

Este será, no entanto, o terceiro jogo entre os dois clubes e a última oportunidade para o Benfica vencer o adversário nesta época, uma vez que perdeu por 2-0 o desafio da Supertaça, em dezembro, e empatou 1-1 no encontro da primeira volta, no Estádio do Dragão.

Por isso, Jesus considerou que vai ser um desafio “bem disputado e equilibrado”, mas frisou que “o Benfica está superconfiante, principalmente pelo que tem feito na segunda volta” do campeonato, e explicou, depois, porque é que a sua equipa está “muito melhor” do que nos encontros anteriores com os ‘dragões’.

“Neste momento os jogadores do Benfica estão há mais tempo comigo, já têm as ideias mais dentro do que queremos e, por isso, estamos muito melhor do que nas outras vezes que defrontámos o FC Porto”, analisou.

O técnico deixou ainda a garantia de que Taarabt e Darwin Núñez “vão estar no jogo a não ser que aconteça alguma coisa” e descartou a hipótese de o mesmo poder acontecer com Corona, do FC Porto, que saiu lesionado do último encontro, frente ao Famalicão.

“Pela minha experiência como treinador, um jogador que sai do jogo como ele saiu, com sintoma muscular, passados três ou quatro dias estar a jogar, é impossível. Se for verdade. Se não for, pode ser possível”, ressalvou.

Segundo Jorge Jesus, trata-se de uma baixa de ‘peso’ para o FC Porto, uma vez que “Corona é um jogador de referência” nos ‘azuis e brancos’, mas que, no entender do treinador benfiquista, não vai interferir na estrutura tática da equipa adversária.

“Penso que vai ser o [Luis] Díaz e a estrutura do FC Porto, sai o Corona, entra o Díaz, e mantêm-se os mesmos que têm jogado, se nenhum deles se lesionar”, avaliou.

Sérgio Conceição não fez a antevisão

Sérgio Conceição vai marcar presença no banco do FC Porto nesta 31.ª jornada, no clássico com o Benfica. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) aceitou a providência cautelar apresentada pelo técnico para suspender o castigo de 21 dias que lhe foi aplicado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

FC Porto segue para Lisboa sem Corona

O FC Porto viajou para Lisboa, onde vai defrontar o Benfica amanhã, no clássico da 31.ª jornada da Primeira Liga.

Sérgio Conceição levou 27 jogadores para a partida de amanhã frente às águias, destacando-se a ausência de Tecatito Corona, que ficou no Porto a recuperar de lesão muscular.

O árbitro da partida

Será o 20.º jogo entre ‘grandes’ do futebol para Artur Soares Dias e o nono encontro que o árbitro dirige entre ‘águias’ e ‘dragões’, num registo que é claramente favorável aos portistas, com cinco triunfos, um empate e duas derrotas.

Desses oito jogos, seis foram na I Liga, três dos quais no Estádio da Luz, com o FC Porto a vencer em 2015/16 (2-1) e 2017/18 (1-0), este com golo de Herrera aos 90 minutos, e a perder também para a Liga em 2014, por 2-0, poucos dias após a morte de Eusébio.

Já o último jogo entre Benfica e FC Porto que o juiz portuense dirigiu foi na última época, na final da Taça de Portugal que os ‘dragões’ venceram em Coimbra por 2-1, com o central Mbemba a 'bisar', aos 47 e 58 minutos, e Carlos Vinicius a reduzir de grande penalidade, aos 84.

Esta época, Artur Soares Dias esteve também no dérbi da primeira volta entre Sporting e Benfica, no Estádio José Alvalade, que os ‘leões’ venceram por 1-0.

Artur Soares Dias, que é um dos 18 escolhidos pela UEFA para o Euro2020 de futebol, é um dos árbitros no ativo com maior número de jogos entre os três 'grandes', desde que se estreou num dérbi em 2011, com triunfo do Benfica em casa do Sporting (2-0).

O Benfica-FC Porto arranca às 18h30 e pode ser acompanhado no SAPO Desporto, com fotos e vídeos dos principais lances.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.