A transferência de Ricardo Horta para o Benfica poderá cair, face a intransigência do SC Braga. Os minhotos recusam aceitar a proposta dos Encarnados pelo médio internacional português e o Málaga, que diz deter 67 por cento do passe do jogador, ameaça levar o caso à FIFA.

O jornal espanhol 'As' escreve que José María Muñoz, administrador judicial do Málaga, reuniu-se na quarta-feira com Carlos Gonçalves, empresário de Ricardo Horta, para tentar perceber o estado das negociações com o Benfica. O mesmo jornal avança que o clube espanhol ameaça entrar com uma ação na FIFA contra o SC Braga no dia 01 de setembro, se a transferência de Ricardo Horta para o Benfica não se concretizar até o dia 31 de agosto.

O Málaga, que disputa a Segunda Liga Espanhola, reconhece que cabe ao Braga aceitar ou não vender o atleta mas explica que, no contrato assinado entre os dois emblemas pelo jogador, se o clube gerido António Salvador rejeitar uma proposta acima dos cinco milhões de euros por Ricardo Horta, o clube andaluz terá de ser ressarcidos em 67 por cento do valor recusado.

O clube espanhol diz que o Benfica chegou a oferecer 17,5 milhões de euros por Ricardo Horta, valor que o Braga rejeitou. Logo, os minhotos terão de os pagar 11,7 milhões de euros.

O Braga não aceita vender Ricardo Horta por menos de 15 milhões de euros mas esse valor diz respeito apenas aos 33 por cento que detém do médio ofensivo português.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.