Depois da derrota pesada frente ao Bayern, Jorge Jesus analisou a vitória sofrida frente ao Vizela que permite ao Benfica manter o 1.º lugar da classificação.

"Quando vens de uma competição como é a Champions, com 70 mil nas bancadas e chegas a um estádio completamente diferente. Por muito que fales com os jogadores, que digas que o objetivo é o campeonato, isto é mental. Na segunda parte, com o perigo de não ganhar o jogo é que começaram a arriscar mais", disse.

Sobre Rafa: "Este é um processo que temos vindo a treinar quando estamos no limite do risco. Acabámos o jogo com sete avançados e surtiu efeito. Sabia que o Rafa não estava em condições físicas, mas sempre acreditei nele, sabia que numa jogada rápida podia surpreender. Acabou por ser ao contrário do que pensava e acabou por ser numa finalização."

Já Rafa, o homem do jogo depois do golo apontado, considera que equipa ainda foi a tempo de emendar a mão depois de uma primeira parte menos conseguida.

Objetivo cumprido

"Conseguimos o objetivo que era a vitória, depois de não termos ganho o jogo anterior. Era o mais importante para nós. Não estivemos tão bem na primeira parte, mas na segunda já conseguimos ser nós próprios. Acreditámos, acreditámos e conseguimos a vitória."

Mudanças ao intervalo

"As coisas não estavam a sair bem na primeira parte e isso influenciou, estávamos a permitir muitos contra-ataques da equipa adversária, que nos estava a deixar um pouco desconfortáveis. Na segunda parte corrigimos esses erros e conseguimos ganhar"

Sobre os jogadores que saltaram do banco

"A nossa equipa tem vários jogadores, não só os onze que começam e as mexidas são sempre importantes. Todos os que entram acrescentam sempre e isso é importante para a equipa estar bem. É especial porque ganhámos o jogo, isso é que era importante."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.