Fernando Peyroteo é um dos jogadores mais emblemáticos da história do Sporting. No dia em que faria 100 anos, recordamos pontos essenciais do que foi a, curta, carreira do 'violino' goleador da época dos cinco violinos que representaram o clube leonino. O antigo avançado cumpriu apenas 12 anos de carreira, mas isso não o impediu de ter assinado 541 golos em 345 jogos oficiais. Se incluir os amigáveis o número de tentos aumenta para 700.

A estreia no clube leonino deu-se com a tenra idade de 19 anos. A carreira passou somente pelo Sporting apesar de ter sido sondado pelo Bordéus para rumar a França em troco de um contrato, na altura, milionário. No entanto, o jogador rejeitou para se manter no clube de Alvalade durante o tempo que jogou futebol.

Sporting homenageia Peyroteo, o
Peyroteo • Antigo avançado é o melhor marcador de sempre do campeonato português.

Mais tarde, já depois de deixar os relvados enquanto jogador, Peyroteo acaba por ficar ligado a outro dos ícones do futebol português. Enquanto selecionador nacional, Peyroteo é o 'padrinho' da estreia de Eusébio na seleção da quinas.

Na data em que assinalaria 100 anos de vida, Bruno de Carvalho, presidente atual do Sporting, deixou uma mensagem presente no jornal do clube. Em jeito de elogio, o dirigente leonino apontou alguns dos números que marcam a carreira do jogador.

"Fernando Peyroteo foi a mais fantástica ‘máquina goleadora’ que o futebol conheceu até aos dias de hoje. Olhe-se para os números conseguidos pelo avançado do Sporting Clube de Portugal ao longo das 12 épocas em que jogou envergando a camisola do Sporting CP e compare-se: ninguém o iguala! E se o futebol teve, e tem, avançados absolutamente magníficos!

O melhor rácio entre jogos de Campeonato (189) e golos (309) ainda hoje lhe pertence, com a impressionante média de 1,6. Mais: na história deste jogo, apenas outros quatro avançados superaram a média de um golo por desafio, embora ficando bem baixo dos números de Peyroteo. Schlosser (1,3), Langara (1,17), Takacs (1,1) e McGrory (1,0) acompanham-no neste quadro de honra Mundial", pode ler-se no site do Sporting.

Fernando Peyroteo faleceu em 1978 vítima de um ataque cardíaco. O final de vida de uma das maiores figuras do desporto português e do Sporting não foi justo para quem viveu futebol e marcou a quantidade de golos que o jogador tinha marcado.Antes da doença no sistema circulatório matar, obrigou os médicos a amputar uma das pernas de Peyroteo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.