O FC Porto empatou na Luz com o Benfica e esta sexta-feira os azuis e brancos fizeram o rescaldo da partida, apontando a "uma injustiça gigante em fase de projeto".

"Um belíssimo golo de Matheus Uribe, a fechar um trabalho igualmente brilhante de João Mário, reduziu uma injustiça gigante em fase de projeto à condição de um mal menor. Da Luz, onde o FC Porto foi efetivamente melhor do que o adversário, como demonstram de forma avassaladora os dados estatísticos do jogo, a equipa de Sérgio Conceição regressou com um empate (1-1) e com o acesso direto à Liga dos Campeões mais próximo, mas ainda não garantido", assinalam os dragões na newsletter Dragões Diário.

"A superioridade do FC Porto foi tão óbvia que Vítor Bruno detetou 'uma equipa mais forte do que a outra durante praticamente oitenta minutos', dispensando-se do preciosismo e redundância de a identificar. Inspirado pela capacidade de resposta à adversidade, o treinador que substituiu Sérgio Conceição no espaço de flash-interview voltou a falar em 'jogadores enormes' e com 'fibra', duas características que servem também de razão para 'lutar até ao fim', acrescenta o FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto