Depois de, a meio da semana, ter batido o FC Porto para a Taça da Liga, afastando os dragões da prova, o Estoril voltou a somar nova vitória categórica no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira, desta feita para a Primeira Liga, batendo o Chaves por esclarecedores 4-0 em partida da 13.ª jornada que colocou frente a frente duas equipas que tentavam fugir aos últimos lugares da tabela.

O primeiro golo surgiu cedo, com Rodrigo Gomes, a atravessar um grande momento de forma, a abrir o ativo. Tinham decorrido seis minutos quando, depois de uma defesa incompleta do guarda-redes do Chaves após remate de Mateus Fernandes, Rodrigo Gomes apareceu ao segundo poste para, na recarga, de cabeça, fazer o 1-0.

O Chaves não conseguia responder e o Estoril ameaçou por várias vezes o segundo golo ainda na primeira parte, mas este só iria chegar já na etapa complementar, novamente assinado por Rodrigo Gomes. Bruno Langa cortou um passe de Rafik Guitane, só que a bola sobrou para Cassiano e este serviu Rodrigo Gomes para um certeiro remate cruzado.

Rodrigo Gomes esteve depois, também, no lance do terceiro golo do Estoril, que arrumou em definitivo a questão, assinado por Alejandro Marqués. E ainda houve tempo para, já no período de compensação, o Estoril chegar aos 4-0. Rodrigo Gomes, sempre ele, cruzou da esquerda, Heri recebeu, fletiu para dentro e com um remate cruzado à entrada da área fixou o resultado final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.