O nome de Jorge Jesus terá sido sugerido pelo empresário Bruno Macedo ao Barcelona quando o técnico ainda estava no Flamengo. Bruno Macedo foi o responsável por colocar Jesus no clube carioca em 2019, apesar de na altura o técnico ser agenciado por Pini Zahavi.

A imprensa nacional revela esta terça-feira mais algumas das escutas presentes na investigação 'Cartão Vermelho', do Ministério Público e numa das conversas presentes nessas escutas, conta o jornal 'Record', pode ouvir-se o empresário - que mais tarde viria a estar também envolvido no regresso do treinador ao Benfica - a referir , em fevereiro de 2020, a possibilidade de colocar Jorge Jesus em Espanha, mais concretamente no Barcelona.

Jorge Jesus nunca escondeu o sonho de treinar um 'colosso' europeu e que no início de 2020 o seu nome chegou mesmo a ser apontado como estando entre os possíveis sucessores de Ernesto Valverde no leme do Barça, tendo o clube catalão acabado por apostar, na altura, em Quique Setién.

Algum tempo depois, em entrevista à TSF, Carlos Padrão, antigo guarda-redes e amigo pessoal de Jesus, revelou também que houve um candidato à presidência do Barça nas últimas eleições do clube catalão que contactou Jesus e que com ele estabeleceu mesmo um princípio de acordo, mas que acabou por ser derrotado por Joan Laporta nesse ato eleitoral.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.