Walter está debaixo de muitas críticas no brasil e Hailé Pinheiro é a mais recente voz a juntar-se ao coro de palavras contra o avançado do FC Porto. O dirigente do Goiás, clube onde militava o jogador dos ‘encarnados’, apelidou o jogador de débil mental e relaçou que está feliz por o atleta ter deixado o clube.

“O Walter é um débil mental que não está no seu perfeito juízo. Estamos muito aliviados por o Walter ter ido embora. Vi que as minhas palavras não valeram de nada”, afirmou Hailé em entrevista ao jornal brasileiro.

As palavras que Hailé Pinheiro recorda são as de uma conversa entre ele e Walter. O dirigente do emblema brasileiro recordou que o chamou ao seu gabinete para tentar mudar os hábitos que o avançado tinha acumulado.

“Chamei o Walter ao meu escritório e conversámos por mais de três horas. Disse-lhe: ‘Walter, tens que entender que tens mais uns quatro ou cinco anos de futebol e depois não vais ser mais nada. Vais ser mais um gordo no mundo. Ganha juízo. Tens duas filhas, duas mulheres, estás a torrar o teu dinheiro”.

Recorde-se de que Walter está de saída do Goiás depois de ter agredido um colega de equipa. O avançado cedido pelo FC Porto deu uma cotovelada durante uma sessão de treino da formação brasileira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.