O treinador do Marítimo, Cláudio Braga, não escondeu a sua insatisfação pela derrota com o Vitória de Guimarães por 3-1 em jogo a contar para a sétima jornada.

"Um resultado que não é agradável e uma exibição em que entrámos mal no jogo e sofremos um golo. Tivemos uma reação positiva, com algumas oportunidades, em que podíamos ter empatado. Tentámos melhorar as coisas no intervalo, mas não nos saiu bem e acabámos por perder o jogo", começou por dizer o técnico do Marítimo.

Questionado sobre a insatisfação dos adeptos por causa da exibição da equipa, Cláudio Braga assume compreender a desilusão das bancadas.

"Percebe-se a desilusão e nós não gostamos. Temos de respeitar e perceber os adeptos do Marítimo que vieram ao estádio e que saíram insatisfeitos. Para eles, uma palavra de compreensão. Eu assumo (a culpa). Eu trabalho com um grupo fantástico, que trabalha muito, que tem muita qualidade, embora as coisas, hoje, nem sempre saíram bem", frisou Cláudio Braga.

"Ninguém merece isto e sou eu que tenho de olhar no espelho, melhorar, pegar nas coisas boas e seguir em frente. O que temos de fazer é não sofrer (golos) da forma como estamos a sofrer e ter um pouco mais, não sei se é sorte, para que a bola consiga entrar para dar a volta aos resultados", sentenciou Cláudio Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.