O treinador espanhol Julio Velázquez deixou hoje o comando técnico do Marítimo, informou o clube madeirense da I Liga de futebol no seu sítio oficial.

 “A Marítimo da Madeira – Futebol, SAD informa que chegou a acordo com o treinador Júlio Velázquez Santiago para a cessação do contrato de trabalho desportivo com efeitos imediatos”, pode ler-se no comunicado publicado pelo emblema insular, que dá conta ainda da saída do treinador adjunto Javier Chocarro Lagunas, que chegou ao clube na mesma altura que o técnico natural de Salamanca.

 O treinador espanhol, que já tinha representado o Belenenses, entre 2015 e 2016, e o Vitória de Setúbal, em 2019/20, abandona o leme da formação insular após 10 jogos sem vencer e a eliminação da Taça da Liga e da Taça de Portugal.

 Julio Velázquez deixa a formação madeirense na 17.ª e penúltima posição da tabela classificativa, com sete pontos somados em 11 jornadas, fruto de seis derrotas, quatro empates e uma vitória, com apenas mais um ponto do que o lanterna-vermelha Santa Clara.

O conjunto insular ainda não venceu dentro de portas na presente edição do campeonato, assinalando apenas uma vitória, na visita ao Belenenses SAD, na segunda jornada, por 2-1.

Julio Velázquez assumiu o cargo de treinador ‘verde rubro’ em 11 de março de 2020, ao suceder a Milton Mendes (técnico interino que assumiu a equipa à oitava jornada após a saída de Lito Vidigal), tendo encontrando a formação madeirense na última posição da tabela a 12 jogos do final do campeonato, garantido a manutenção na I Liga na penúltima jornada.

A nova direção ‘verde rubra’, liderada por Rui Fontes e eleita em 22 de outubro, decidiu colocar um ponto final à ligação com o técnico espanhol de 40 anos, que tinha contrato válido até 30 de junho de 2022.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.