O internacional português Ricardo Horta, do Sporting de Braga, integra o melhor ‘onze’ da edição 2021/22 da I Liga como um dos melhores avançados, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

O ‘capitão’ de equipa do Sporting de Braga é o primeiro jogador do clube minhoto a constar na equipa do ano, após ter sido um dos mais votados por parte dos treinadores e ‘capitães’ dos 18 emblemas da competição.

Ricardo Horta, que cumpriu a sexta temporada ao serviço dos bracarenses, tornando-se no melhor marcador de sempre do clube, tem sido apontado pela imprensa portuguesa como possível reforço do Benfica para a próxima temporada.

A escolha de Ricardo Horta junta-se às de mais nove atletas: o guarda-redes Diogo Costa (FC Porto), os defesas Pepe e Mbemba (FC Porto) e Pedro Porro e Matheus Reis (Sporting), os médios Vítor Ferreira e Otávio (FC Porto) e Matheus Nunes (Sporting) e o avançado Darwin (Benfica).

Na II Liga, o avançado Jota, que entretanto se transferiu do Casa Pia para o primodivisionário Vitória de Guimarães, foi o 10.º atleta escolhido pelos treinadores e ‘capitães’ da prova, muito por culpa do papel fundamental que desempenhou no conjunto recém-promovido à I Liga.

Antes, o organismo responsável pela organização das ligas profissionais já tinha indicado os nomes do guarda-redes Ricardo Batista (Casa Pia), dos defesas Vasco Fernandes e Leonardo Lelo (Casa Pia), Aderllan Santos (Rio Ave), Alexsandro (Desportivo de Chaves), e dos médios João Teixeira (Desportivo de Chaves), Guga (Rio Ave) e Diogo Pinto (Estrela da Amadora), e do avançado Saviour Godwin (Casa Pia).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.