O Benfica emitiu esta quarta-feira um comunicado sobre a Assembleia-Geral extraordinária, que vai decorrer em 17 de setembro, a partir das 20h30, no Pavilhão nº2 da Luz.

Nessa nota, os encarnados esclarecem que, para participar na AG, "os Sócios do Clube devem ter, pelo menos, a quota do mês de julho de 2021 regularizada".

Além disso, os benfiquistas precisam de apresentar "certificados considerados válidos para a sua entrada no local" - certificado de vacinação, testagem ou recuperação.

O requerimento para a realização de uma Assembleia-Geral extraordinária foi entregue pelo Movimento Servir o Benfica, que recolheu as assinaturas de sócios correspondentes aos 10 mil votos exigidos pelos estatutos.

Entre outros pontos, pretende analisar a legitimidade das últimas eleições presidenciais, em outubro de 2020, em que Luís Filipe Vieira derrotou João Noronha Lopes, além de discutir e aprovar um novo regulamento eleitoral.

O principal objetivo é alteração dos estatutos, prevendo a realização do ato eleitoral com votos físicos e não eletrónicos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.