O antigo futebolista do Sporting Adrien Silva destacou hoje o exemplo que o clube dá na formação e as vantagens que isso traz à seleção portuguesa, campeã europeia em 2016 com vários atletas formados na Academia de Alcochete.

Convidado para as comemorações do 20.º aniversário da infraestrutura que alberga todo o futebol dos ‘leões’, o atual jogador do Al Wahda (Emirados Árabes Unidos) recordou a campanha dos ‘Aurélios’ no França2016 e assumiu o orgulho pela grande representatividade da formação ‘leonina’ no grupo.

“Não sentíamos que era uma importância maior do que a dos nossos colegas, mas sim, reparávamos que éramos mais do que os dos outros clubes e com muito orgulho. Também é motivo para estes clubes continuarem a apostar e a investir na formação, é sinal de que é benéfico para a nossa seleção”, destacou o internacional português.

Frederico Varandas destacou papel da formação do Sporting, falou da Academia "que os outros copiaram" e não esqueceu invasão a Alcochete
Frederico Varandas destacou papel da formação do Sporting, falou da Academia "que os outros copiaram" e não esqueceu invasão a Alcochete
Ver artigo

Adrien, que foi um dos primeiros jogadores da formação a chegar à Academia, com 13 anos, não escondeu, por outro lado, a “vontade” de regressar ao clube e lembrou que a sua história no Sporting “nunca vai acabar”.

“Estou ligado ao Sporting para sempre. Isso ninguém me vai tirar. Vou sempre voltar com orgulho, aqui [a Alcochete] ou ao Estádio [José Alvalade]. Vou desfrutar sempre, talvez de outra maneira, mas vou desfrutar da mesma forma”, garantiu.

Para além de Adrien, o Sporting convidou vários outros antigos jogadores formados no clube para estarem presentes e passou mensagens de vários outros num ecrã gigante montado para o efeito na zona de ginásio ao ar livre, incluindo de futebolistas que rescindiram os contratos após a invasão da Academia, em maio de 2018.

Presentes estiveram, entre outros, Carlos Saleiro, André Santos ou Lourenço, que destacaram, também, o papel da infraestrutura dos ‘leões’ na formação humana dos atletas e não apenas desportiva.

“A Academia sempre formou jogadores e homens. O Sporting sempre incutiu valores de educação. Primeiro, a escola. Havia jogadores que se portavam mal na escola e quando chegavam aqui não treinavam. É claro que isso dá mais responsabilidade a um miúdo de 13 anos”, recordou André Santos.

Por sua vez, Lourenço recordou a vivência com Cristiano Ronaldo, que agora dá o nome à Academia do clube, desde os tempos em que ambos viviam “no antigo estádio [José Alvalade], debaixo da bancada nova”, e deixou também elogios ao técnico que os ‘descobriu’.

“A Academia tem o nome do Cristiano [Ronaldo] e, como se diz na gíria, é em vida que devemos lembrar as pessoas. A referência do nome da Academia, não só a dele, mas como o nome do Estádio Aurélio Pereira, são duas pessoas que vão ficar marcadas para o resto da vida no nome do Sporting”, vincou o antigo avançado dos ‘leões’.

A Academia do Sporting foi inaugurada em 21 de junho de 2002 e alberga as principais equipas de futebol profissional e de formação do Sporting, assim como a equipa futebol feminino.

A estrutura de formação do clube de Alvalade já celebrou 23 títulos de campeão nacional dos escalões jovens desde a sua inauguração, nomeadamente sete de sub-19, sete de sub-17 e nove de sub-15.

Ao todo, 65 jogadores que passaram pelas instalações de Alcochete já se estrearam na equipa principal dos ‘leões’, segundo uma nota informativa divulgada pelo clube de Alvalade.

Recorde alguns dos principais craques saídos da Academia de formação do Sporting

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.