Mauricio Pochettino pediu desculpas publicamente ao árbitro Mike Dean, que ajuízou o encontro entre o Tottenham e o Burnley no passado sábado.

"Aceitarei a acusação. E ao mesmo tempo quero pedir desculpas a Mike Dean. Certo ou errado pelo que me queixava, não posso comportar-me daquela forma. O meu comportamento foi público e agora quero pedir desculpas públicas também", disse o treinador do Tottenham.

"Preciso de dizer-vos que perdi o controlo. Eu penso que isto me irá ajudar a crescer e espero não repetir esta situação. O meu comportamento não irá ajudar a equipa, o meu clube, ou o trabalho dos árbitros", admitiu Pochettino.

Recorde-se que no jogo do passado sábado, o treinador dos 'Spurs' protestou contra o árbitro Mike Dean e também contra o quarto árbitro. O comportamento valeu a Pochettino um castigo da Federação Inglesa (FA) por "conduta imprópria".

O Tottenham perdeu por 2-1 em casa do Burnley, resultado que deixa os londrinos a seis pontos do líder Liverpool, e a cinco do segundo classificado, o Manchester City.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.