Neste fim-de-semana há duelo escaldante na Premier League. Pela hora de almoço deste sábado, o Manchester United de José Mourinho recebe o Liverpool de Jurgen Klopp.

Em disputa não está o título, - o City está bem lançado para o título com 16 pontos de vantagem -, mas sim vice-liderança.

Dois pontos separam os dois clubes do norte de Inglaterra, com os red devils com dois pontos de vantagem (62). À espreita de uma eventual escorregadela de ambos está o Tottenham, com 58 pontos.

Anatomia de uma rivalidade

Separados por menos de 60 quilómetros, a rivalidade entre Liverpool e United, é hoje global, contudo as raízes da batalha pela supremacia no norte de Inglaterra iniciou-se no final do século XIX.

As duas equipas que jogam de vermelho, combinam entre si 28 títulos na liga e oito Taça Europeias e são dois dos emblemas que despertam mais paixões pelo mundo fora.

O primeiro duelo teve lugar em 1894, no mesmo ano em que foi inaugurado o Manchester Ship Canal, que incendiou a tensão entre as duas cidades rivais, já que Liverpool perdeu a sua posição como o mais influente porto comercial.

Já no século XX, entre 1973 e 1990, o emblema de Anfield desfilou o seu domínio do futebol inglês, vencendo 11 campeonatos e quatro títulos europeus.

Foi o mítico Alex Ferguson, que derrubou o domínio dos reds, na sua incursão pelo emblema de Manchester e quebrou o jejum do United de 25 anos sem subir ao lugar mais alto da liga inglesa.

Apesar do título não estar jogo, para muitas pessoas trata-se do maior clássico do futebol inglês.

"É certamente o maior", diz Steve McManaman, antigo jogador do Liverpool, em declarações à AFP.

Fim da identidade

Com a globalização da indústria do futebol, os dois clubes têm perdido, ano após ano, parte da sua identidade. Os dois treinadores são estrangeiros. Os melhores marcadores são o egipicio Mohamed Salah e belga Lukaku.

Mourinho vs Klopp

Nos duelos realizados entre dois dos mais carismáticos treinadores do futebol mundial, é o alemão que leva a melhor no duelo. O português enfrentou Klopp no banco de três diferentes emblemas: Real Madrid, Chelsea e Manchester United. No braço de ferro, que conta com oito partidas, Mourinho tem apenas um triunfo.

Aconteceu em 2013, quando o Real Madrid enfrentou o Dortmund nas meias-finais da Liga dos Campeões e venceu por 2-0, resultado que acabou por ser insuficiente, pois foram os 'black and yellows' que asseguram presença na final da Liga dos Campeões. O atual técnico dos reds conta com três vitórias. Quatro dos encontros resultaram em empates, um dos quais já esta temporada na primeira volta da Premier League, O Liverpool recebeu o United, em Anfield, com o encontro a resultar num empate (0-0).

O reencontro entre Mourinho e Salah

O jornal AS esmiuçou nesta sexta-feira  propalada má relação entre José Mourinho e Salah. Foi o técnico português que foi buscar em 2014, o então avançado de 21 anos, do Basileia para o Chelsea, por qualquer coisa como 16.5 milhões de euros.

Mas o 'Messi egípcio" não foi feliz em Stamford Bridge. Foi posteriormente emprestado à Fiorentina e depois à Roma, onde ficou dois anos. Ignorado por Mourinho, foi mesmo na capital romana que Salah explodiu definitivamente.

No último defeso, o Liverpool contratou o extremo canhoto por 42 milhões de euros. Mohamed Salah está a fazer uma temporada verdadeiramente extraordinária na Premier League. Está no topo dos melhores marcadores, com 24 golos e no quinto lugar no número assistências (8).

Jogos entre Mourinho e Jurgen Klopp

2017-10-14 Liverpool 0-0 Manchester United
2017-01-15 Manchester United 1-1 Liverpool
2016-10-17 Liverpool 0-0 Manchester United
2015-10-31 Chelsea 1-3 Liverpool
2013-04-30: Real Madrid 2-0 Borussia Dortmund
2013-04-24 Dortmund 4-1 Real Madrid
2012-11-06 Real Madrid 2-2 Borussia Dortmund
2012-10-24 Dortmund 2-1 Real Madrid

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.