O Manchester City poderá ser castigado pela Federação Inglesa de Futebol (FA) por causa da contratação de Jadon Sancho, jogador que em 2017 se mudou para o Borussia Dortmund.

De acordo com o 'Der Speigel', os 'citizens' estão a ser investigados pela FA pelo pagamento de 233 mil euros ao agente Emeka Obasi, empresário que gere a carreira de Jadon Sancho, quando o futebolista tinha 14 anos.

De acordo com a mesma fonte, o clube inglês justificou o pagamento a Obasi como "trabalho de observação de jogadores", mas a FA não estará convencida com essa explicação e avançou para a investigação, por suspeitar que esse pagamento terá servido para garantir a contratação do jovem, que na altura atuava no Watford.

O pagamento pelas transferências de menores de idade é proibido, quer no regulamento da FA, quer no da FIFA. Para além disso, até aos 16 anos nenhum jogador poder ter empresário, algo que Sancho e o Manchester City poderão ter violado.

Sancho, 18 anos, atuou durante duas temporadas nos 'citizens', mas nunca chegou a jogar pela equipa principal. Esta temporada ao serviço do Dortmund já leva nove golos apontados em 31 jogos disputados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.