A equipa treinada por Mikel Arteta saiu derrotada das primeiras três rondas da Premier League pela primeira vez desde a temporada 1954/55. Além disso, os londrinos ainda não conseguiram marcar golos e sofreram nove.

No Etihad Stadium, em Manchester, o resultado começou a ser construído ainda dentro dos primeiros 10 minutos, quando Gundogan (sete) correspondeu de cabeça a um cruzamento de Gabriel Jesus, que viria a fazer o terceiro dos ‘citizens’, aos 43, já depois de Ferran Torres (12), pelo meio, ter batido Bernd Leno.

Se recuperar de uma desvantagem de dois golos na casa do campeão britânico já seria difícil, mais ficou, quando Granit Xhaka recebeu ordem de expulsão, por entrar a pés juntos sobre o português João Cancelo, que foi titular nos locais, juntamente com Rúben Dias e Bernardo Silva.

No segundo tempo, os ‘gunners’, que contaram com Cédric Soares de início e Nuno Tavares entre os suplentes, limitaram-se a defender e tentar não consentir mais golos, num jogo que parecia interminável. O médio Rodri (53), num belo remate de fora de área, aumentou a vantagem para 4-0, e Torres bisou para fechar a contagem, aos 84.

Depois do mau arranque na prova, face ao desaire diante do Tottenham (1-0), de Nuno Espírito Santo, o City ocupa a liderança, de forma provisória, com seis pontos, enquanto os londrinos estão no ‘fundo’ da tabela, com zero pontos e nenhum golo marcado até ao momento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.