Jogadores da Liga Inglesa estão a receber propostas para a compra de falsos certificados de vacinação contra a COVID-19. Diz o jornal britânico 'Daily Mail' que alguns jogadores já reportaram o problema junto dos departamentos médicos das suas equipas assim como aos dirigentes.

O 'Daily Mail' escreve que são oferecidos falsos certificados digitais de vacinação a troco de mil libras, cerca de 1.187 euros. Mediante pagamento, são enviados dois certificados digitais para números de telemóveis disponibilizados, permitindo aos jogadores que tenham as mesmas condições de uma pessoa inoculada.

Ainda segundo o mesmo jornal, não se conhece, para já, nenhum caso em que jogadores tenham aceite esta proposta. Todos os clubes da Premier League já têm conhecimento do esquema que pretende tirar partido do facto de muitos jogadores recusarem as vacinas contra a COVID-19.

Na semana passada a Premier League anunciou que 68 por cento dos jogadores estavam vacinados contra a COVID-19 e que 81 por cento tinham, pelo menos, uma dose da vacina contra o novo coronavírus.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.