Depois de uma exibição cinzenta frente ao Azerbaijão no arranque da fase de grupos de Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2022, Portugal regressa à ação este sábado para defrontar a Sérvia.

Portugal 1-0 Azerbaijão: Autogolo vale três pontos em noite desinspirada da Seleção
Portugal 1-0 Azerbaijão: Autogolo vale três pontos em noite desinspirada da Seleção
Ver artigo

A equipa das quinas terá naturalmente que subir o nível exibicional se quiser vencer a equipa dos Balcãs, teoricamente o adversário mais complicado do grupo onde está inserido. Também na estreia na fase de grupos, os sérvios bateram a Irlanda por 3-2, depois de terem estado a perder. Destaque para Aleksandar Mitrovic, avançado do Fulham, que esteve particularmente inspirado ao apontar dois golos. Será certamente um homem que terá que ser controlado pela defesa portuguesa.

Para o arranque da qualificação para o Mundial, Fernando Santos procedeu a várias alterações na convocatória. João Palhinha e Nuno Mendes do Sporting são estreias absolutas na Seleção A de Portugal, numa convocatória que não conta com os nomes de William Carvalho e Rúben Semedo. Pepe, Raphael Guerreiro e Rui Patrício acabaram por ser dispensados, devido a lesão. Para os seus lugares foram chamados José Sá e Neto.

Ambas as seleções seguem com três pontos, pelo que um triunfo permitirá ao vencedor isolar-se, desde já, no topo da classificação do Grupo A, ainda que numa fase ‘embrionária’ da corrida ao Mundial do Qatar.

Histórico de confrontos

A equipa orientada por Fernando Santos está invicta face à Sérvia e venceu nas duas últimas deslocações em Belgrado, onde no sábado disputa o encontro da segunda jornada do Grupo A europeu de apuramento para o Mundial de 2022.

Em seis embates de apuramento para o Europeu, nas edições de 2008, 2016 e 2020, a última adiada para este ano, Portugal soma três vitórias e outros tantos empates, com 11 golos marcados e sete sofridos: 1-1 no primeiro confronto em Belgrado (depois do fim da ex-Jugoslávia) em 28 de março de 2007.

Meio ano depois, em 12 de setembro de 2007, em Alvalade, nova igualdade, num encontro que ficou marcado por uma agressão do então selecionador luso, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, ao jogador sérvio Dragutinovic.

Novo confronto na fase de apuramento para o Euro 2016, mas desta feita com 2-1 português em Belgrado, resultado tirado a papel químico do encontro na Luz. Em 2020, para a qualificação para o Euro 2021, a equipa portuguesa impôs-se por 4-2, com golos de William Carvalho, Gonçalo Guedes, Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva.

Portugal nunca perdeu frente ao sérvios, mas no Rajko Mitic, também conhecido como Marakana, reduto do Estrela Vermelha a equipa portuguesa poderá sentir grandes dificuldades para se impor, frente ao conjunto orientado por Dragan Stojkovic.

Perigos da Sérvia

A "fortíssima" equipa da Sérvia, como Fernando Santos a classificou na altura do sorteio, conta no elenco com nomes de qualidade bem conhecidos do futebol europeu, alguns dos quais já vestiram as ‘cores’ de equipas lusas, casos dos ex-benfiquistas Luka Jovic (Eintracht Frankfurt), Andrija Zivkovic (PAOK) e Filip Djuricic (Sassuolo) ou do ex-sportinguista Nemanja Gudelj (Sevilha).

Além de Marko Grujic, que atualmente representa o FC Porto, por empréstimo do Liverpool, há ainda a registar Dusan Tadic (Ajax), Sergej Milinkovic-Savic (Lazio), Filip Kostic, que já assistiu para vários golos de André Silva no Eintracht Frankfurt, e o goleador Aleksandar Mitrovic (Fulham), autor de dois tentos no triunfo de quarta-feira sobre a República da Irlanda.

Momento de forma

Este será o segundo jogo de Portugal em 2021, depois do triunfo pela margem mínima frente ao Azerbeijão. O último encontro em 2020 ocorreu a 17 de novembro, numa vitória fora de portas frente a Croácia, vice-campeã do Mundo. Um triunfo insuficiente para os lusos passarem à 'Final four' da Liga das Nações.

No último ano Portugal realizou oito encontros, seis deles oficiais, e apenas averbou uma derrota, em casa com a França, decisivo nas contas da fase de grupos da Liga das Nações. Nos outros jogos, Portugal empatou com a França em Paris também na Liga das Nações, e com a Espanha, num amigável. Venceu Suécia, Suécia e Croácia por duas vezes cada, e ainda Andorra, num jogo de caráter particular.

Em 2020, os sérvios somaram duas vitórias, com destaque para a goleada frente à Rússia na Liga das Nações B (5-0), quatro empates e duas derrotas frente à Hungria (0-1) e Rússia (3-1).

O que dizem os protagonistas

Na antevisão ao encontro com a Sérvia, (este sábado às 19h45), referente segunda jornada do Grupo A de qualificação europeia para o Mundial'2022, Fernando Santos reconhece que a formação adversária irá colocar maiores dificuldades do que o Azerbaijão, mas acredita num vitória.

"São adversários completamente distintos. Vai ser difícil, mas já o Azerbaijão foi. No futebol o mais importante é o momento. Estou convencido de que vai ser um jogo difícil, contra um adversário forte e provou-o aqui contra a Irlanda [triunfo por 3-2]. Tem jogadores de grande qualidade que todos conhecemos. Jogadores de elevada craveira técnica e física. Em casa é sempre uma equipa poderosa mas estamos aqui para vencer o jogo", afirmou, esta sexta-feira, o selecionador nacional.

Já o selecionador da Sérvia considerou que Portugal tem uma “combinação perfeita entre juventude e experiência”, mas garantiu que quer vencer o jogo de sábado, da segunda jornada do Grupo A de qualificação para o Mundial2022.

“Para muitos, Portugal é a melhor seleção do mundo. É o atual campeão da Europa, tem uma combinação perfeita entre juventude e experiência, no aspeto individual e coletivo. É verdade que perdemos os últimos dois jogos aqui [em Belgrado], mas vamos fazer de tudo para ganhar”, disse Dragan Stojkovic, durante a conferência de imprensa virtual de antevisão, reconhecendo, contudo, que “não vai ser um jogo fácil".

Arbitragem

O holandês Danny Makkelie é o árbitro do jogo de sábado entre as seleções de futebol da Sérvia e de Portugal, em Belgrado, do Grupo A de qualificação para o Mundial2022, informou hoje a UEFA.

Makkelie, de 38 anos, vai arbitrar pela sexta vez um jogo da seleção principal de Portugal, tendo nos anteriores dirigido dois jogos de qualificação para Mundiais, para o de 2018, com a Hungria, e para o de 2014, com a Irlanda do Norte.

Para garantir uma oitava participação, e sexta consecutiva, no Mundial, cuja edição de 2022 se realiza entre 21 de novembro e 18 de dezembro, no Qatar, Portugal precisa de vencer o agrupamento, sendo que o segundo classificado jogará um ‘play-off’. O encontro arranca às 19h45.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.