A seleção de Cabo Verde efetuou, na tarde desta quarta-feira, o seu primeiro treino com a participação de todos os jogadores disponíveis, depois da chegada de Stopira, Platini e Ponck.

O “espírito de vitória” reina entre os convocados do seleccionador Lúcio Antunes, sentimento demonstrado pelo defesa lateral-direito Tiago Almeida, que antes do treino, disse aos jornalistas que, apesar de a seleção estar numa “fase complicada”, reina a confiança no seio do grupo.

“Só com trabalho, alegria e confiança podemos inverter essa situação e este jogo é muito importante, não só pela vitória, mas também por tudo que tem passado dentro da Federação Cabo-verdiana de Futebol”, disse o jogador de Polithenic IASI, da Roménia.

No entanto, ressalvou que o que está a acontecer dentro da FCF é “um assunto à parte” e que o mais importante é o que os jogadores vão fazer dentro do campo, “sempre com muita qualidade” e de acordo com a estratégia definida pelo treinador.

O defesa central Vally, por seu lado, sublinhou que a moral de equipa está em alta porque se trata de um “jogo crucial” para as aspirações de Cabo Verde, sendo que, por isso, conforme frisou, para ganhar o jogo a equipa tem que estar “muito concentrada e moralizada”.

“Os primeiros dois treinos foram bons e agora com o grupo completo o mister vai trabalhar todos os aspetos, de modo a que tudo esteja definido para o jogo de sexta-feira”, notou o jogador do Progresso Luanda Sul, de Angola.

Para este internacional cabo-verdiano, a seleção nacional não tem outra opção senão vencer o jogo, uma vez que outro resultado vai “complicar as contas” neste apuramento para o Mundial da Rússia em 2018.

Cabo Verde e África do Sul defrontam-se esta sexta-feira, no Estádio Nacional, na Cidade da Praia, em jogo referente a terceira jornada do Grupo D de qualificação africana para o Mundial Rússia’2018.

Entretanto, quatro dias depois as duas selecções voltarão a defrontar-se, desta feita no território sul-africano em jogo referente a quarta ronda.

A selecção sul-africana realizou esta manhã o seu primeiro treino no Estádio Nacional, de preparação para o jogo desta sexta-feira, tendo o seleccionador Stuart Baxter prometido apresentar uma equipa vocacionada para “bater Cabo Verde no seu reduto”.

Burkina Faso e África do Sul lideram o Grupo D de qualificação Africana para Mundial’2018, com quatro pontos cada, seguidos do Senegal, com três, ao passo que Cabo Verde ainda não pontuou devido às derrotas encaixadas nas duas primeiras partidas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.