O Villarreal ganhou vantagem na meia-final da Liga Europa ao bater em casa o Arsenal por 2-1, numa partida marcada pelo reencontro entre o técnico do ‘sumarino amarelo’, Unai Emery, e os ‘gunners’, os quais liderou entre 2018 e 2020. O Submarino amarelo' esteve a vencer por 2-0 mas sofreu um golo quando jogava com mais um.

No Estadio de la Ceramica, num jogo dirigido pelo árbitro português Artur Soares Dias, o Villarreal ganhou vantagem logo aos cinco minutos, com um golo de Manuel Trigueros. Aos 29 minutos Gerard Moreno assistiu Raul Albiol para o 2-0.

No segundo tempo o espanhol Daniel Ceballos foi expulso com duplo amarelo no Arsenal e deixou os 'gunners' em 'maus lençóis'.

Mesmo a jogar com menos um, a formação londrina reduziu aos 73 minutos pelo francês Nicolas Pepe, na conversão de uma grande penalidade.

Aos 80 o Villarreal também ficou com menos um, após a expulsão do francês Etienne Capoue, também por duplo amarelo. Muito trabalho para Artur Soares Dias que marcou uma grande penalidade a favor do Arsenal no primeiro tempo mas que viu ser revertida pelo VAR, João Pinheiro.

O Villarreal vai para o Emirates com uma vantagem de um golo, o Arsenal minimizou os estragos com o golo marcado fora, pelo que, vencendo por 1-0, apura-se para a final. Na outra meia-final o Manchester United goleou a AS Roma por 6-2.

O Villarreal procura garantir a primeira final da prova, após três eliminações nesta fase da competição - uma das quais diante do FC Porto, em 2010/11.

Os jogos da segunda mão das meias-finais da Liga Europa jogam-se na próxima quinta-feira, dia 06 de maio, ambos às 20:00 (hora de Lisboa).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto