O Spartak Moscovo, de Rui Vitória, perdeu em casa com o Leicester por 4-3, na terceira ronda da Liga Europa. Os russos estiveram a vencer por 2-0 mas depois entrou em cena o zambiano Patson Daka, autor de um póker.

Os russos procuravam a segunda vitória e assim deixar os ingleses para trás na tabela deste grupo C. Logo aos 11 minutos, Sobolev marcou, a passe de Bakaev.

O 3-4-3 de Rui Vitória fazia estragos nos 'foxes' e, antes do intervalo, o Spartak fez o 2-0 por Larsson, assistido por Vitor Moses, aos 44.

Ir para o intervalo a vencer por 2-0 seria fantástico, mas Patson Daka deixou um aviso do que seria a segunda parte: reduziu aos 45, após passe de Iheanacho e, no segundo tempo, confirmou a sua veia goleadora.

O 'furação' zambiano destruiu por completo a defensiva russa, com mais três golos, deixando um sério aviso a Vardy: é preciso contar com ele.

Marcou aos 48, 54 e 79, assistido por Iheanacho, Tielemans e Maddison, passando o resultado de 0-2 para 4-2.

O Spartak Moscovo ainda reduziu aos 86, por Sobolev, novamente a passe de Moses, mas já era tarde para a equipa de Rui Vitória.

O Leicester somou a primeira vitória na prova e chegou aos quatro pontos, mais um que o Spartak Moscovo. Lidera o Legia Varzóvia com seis pontos mas menos um jogo, precisamente contra o Nápoles, o último da tabela, com um ponto.

A equipa de Rui Vitória somou o segundo desaire em casa, depois do 0-1 com o Legia na ronda inaugural, sendo que tinha compensado esse resultado com surpreendente êxito por 3-2 em Nápoles.

Brendan Rodgers voltou a dar a titularidade ao português Ricardo Pereira, num jogo onde fez descansar Jamie Vardy.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.