A Roma de Paulo Fonseca venceu na noite desta quinta-feira o Shakhtar Donetsk de Luís Castro, por 3-0, em jogo a contar para a primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa, que teve arbitragem de Artur Soares.

O encontro começou com um ascendente da Roma que aos 6 minutos teve a primeira oportunidade de golo quando Gonzalo Villar cabeceou à baliza de Trubin, que foi forçado a uma defesa apertada. Os homens de Luís Castro iam tentando criar jogo, mas apresentavam muitas dificuldades, por mérito dos romanos.

A superioridade dos homens da casa deu frutos e, aos 23 minutos, Pellegrini aproveitou uma saída do guarda-redes da equipa ucraniano e inaugurou o marcador. O Shakhtar reagiu bem ao golo sofrido e respondeu com uma grande oportunidade de Júnior Moraes, que só não deu em golo graças a Pau López.

Aos 30 minutos de jogo Trubin voltou a sair da baliza e a Roma quase chegou ao segundo por Mkhitaryan, que atirou de longe e fui a bola sair por cima. A vantagem de um golo dos romanos manteve-se até ao intervalo, fruto do controlo que os homens de Paulo Fonseca mostraram no primeiro tempo perante as tentativas do Shakhtar de construir jogo.

Os primeiros 20 minutos da segunda parte foram de domínio do Shakhtar que teve duas grandes oportunidades de golo por Tetê, aos 47 e aos 50 minutos. Mas, depois do controlo inicial, a Roma voltou à superioridade e aumentou a vantagem por El Shaarawy, aos 73 minutos, depois um passe de Mayoral.

O ascendente da Roma não ficou por aqui e, aos 77 minutos, Gianluca Mancini cabeceou para o terceiro golo da equipa da casa.

Na próxima quinta-feira, dia 18, o Shakhtar Donetsk vai tentar dar a volta ao resultado desta noite no seu reduto, em Kiev.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.