A polícia espanhola anunciou hoje em Madrid a detenção de seis pessoas que se preparavam para vender peças de roupa falsificada importadas de Guimarães, Portugal, durante a final da Liga dos Campeões que se realiza no sábado.

Segundo comunicado da Polícia Nacional espanhola, graças aos mecanismos de cooperação policial internacional, também foram apreendidas “quase” 16.000 peças de roupa no distrito português de Braga.

Em Madrid, foram confiscados mais de 2.000 peças de roupa e merchandising falsificado com o logotipo da UEFA que iam ser vendidas no final da Liga dos Campeões que se realiza este sábado no estádio Wanda Metropolitano em Madrid entre as equipas britânicas do Tottenham e do Liverpool.

“Os investigadores detetaram que as falsificações eram encomendadas por uma empresa sediada na povoação de ‘Colmenar Viejo’, nos arredores de Madrid, e importadas da cidade portuguesa de Guimarães, através de empresas de correio expresso”, segundo o comunicado das autoridades.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.