Em conferência de imprensa de antevisão do jogo frente ao Spartak de Moscovo, da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, o técnico voltou a elogiar a prestação do avançado frente ao Moreirense e garantiu que voltará a ser titular na terça-feira, desde que esteja bem fisicamente.

“Se o Gonçalo Ramos estiver recuperado fisicamente, é ele que vai jogar”, adiantou Jorge Jesus, antes de destacar novamente a exibição esforçada do jovem, de 20 anos, formado no Seixal.

O técnico lembrou que Gonçalo Ramos “foi o jogador que mais correu” em Moreira de Cónegos, especialmente a partir do momento em que o Benfica ficou reduzido a 10 jogadores, após a expulsão de Diogo Gonçalves, no decorrer da segunda parte.

“É muito difícil um ponta de lança correr quase 13 quilómetros. A equipa ficou com menos um jogador e ele ajudou a equipa até estar esgotado fisicamente. E isso tem consequências para amanhã [terça-feira]”, concluiu o técnico.

A evolução do avançado, no entanto, “é normal”, assim como a de toda a equipa e “há uma justificação para isso”, no entendimento de Jesus, uma vez que “há um ano de trabalho” e “um conhecimento melhor da equipa”, o que “acrescenta uma identificação melhor”.

“É normal esta evolução, não só do Gonçalo, mas de toda a equipa. Está a trabalhar comigo há um ano. Mal de mim se não tivesse capacidade para evoluir os jogadores que estão a trabalhar comigo. Ainda agora o Lucas [Veríssimo] disse que hoje está mais jogador porque conhece as ideias da equipa e do treinador”, exemplificou Jesus.

O técnico referia-se às declarações do defesa central que, instantes antes, falou também à imprensa para dizer que a segunda mão da eliminatória com o Spartak de Moscovo “não vai ser fácil”, apesar da vitória por 2-0 alcançada pelas ‘águias’ na primeira mão, mas acabou por avaliar também a sua subida de rendimento neste início de época.

“Acredito que esse resultado individual passa também pelo coletivo da equipa, em que conheço mais os meus companheiros, o trabalho do ‘mister’ e tudo isso favorece esse crescimento individual”, assumiu Lucas Veríssimo.

O brasileiro mostrou-se ainda confiante de que vai chegar à partida de terça-feira “a 100% e sem problema nenhum”, para ajudar a equipa a passar aos ‘play-off’, apesar da sobrecarga física dos últimos jogos, em que cumpriu 90 minutos na primeira mão, frente aos russos, e, no sábado, na primeira jornada do campeonato.

“[A Liga dos Campeões] é uma competição muito grande, em que todos os jogadores querem estar. E o Benfica, um clube deste tamanho, tem de estar nessa competição. É um objetivo nosso e vamos ‘brigar’ para o conseguir”, prometeu o defesa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.