De acordo com a imprensa russa, a saída de Popov deve-se ao facto de o presidente do clube ter travado a contratação de Gonzalo Montiel, lateral-direito do River Plate.

Rui Vitória, treinador do Spartak, mostrou-se surpreendido com esta demissão. "Vou saber exatamente o que se passou, tem de ser uma conversa pessoal para saber exatamente quais são as razões", começou por afirmar o técnico português no final do jogo com o Benfica.

"Ainda não sabendo isso, o que posso dizer é que é fundamental que um clube desta dimensão consiga ter estabilidade, e a estabilidade passa por haver continuidade de pessoas, passa por acreditarem todas umas nas outras e trabalharem em conjunto. Quanto mais instabilidade - entrada e saída de pessoas - houver, mais difícil fica para nós trabalhar. É fundamental haver uma estrutura forte por trás de uma equipa profissional, o conselho que posso dar ou o que quero e desejo é que essa estabilidade exista, porque fica mais fácil para toda a gente", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.