Depois de Ansu Fati, avançado do Barcelona, ter feito história ao tornar-se no jogador mais jovem de sempre a marcar pela seleção da Espanha, o selecionador espanhol, Luis Enrique, não poupou elogios ao jogador, perspetivando-lhe um futuro brilhante.

"Ele está muito satisfeito e tem razões para isso. Tem apenas 17 anos e precisa de amadurecer, mas se Se com 17 anos faz tudo isto no segundo jogo pela seleção...", sublinhou Luis Enrique.

O técnico destacou ainda a humildade e a precocidade de Ansu Fati. "Tem vontade de trabalhar e é humilde. Com 17 anos, podes ficar com ideias na cabeça, mas ele é um rapaz tranquilo e humilde que tem os pés assentes no chão. Sei do que ele é capaz, mas não me lembro de ver um miúdo com esta idade fazer uma jogada assim, ainda por cima logo a começar o jogo...", acrescentou, referindo-se ao lance em que o jogador do Barça conquistou a grande penaldiade com que Espanha abriu caminho à goleada por 4-0 sobre a Ucrânia, logo aos três minutos.

Luis Enrique, porém, fez questão de lembrar que, naturalmente, nem sempre Fati se conseguirá exibir ao mesmo níve. "É preciso entender que Ansu Fati vai fazer um ou outro mau jogo no futuro. O que não é normal é ter esta influência com esta idade", sublinhou.

Veja o golo de Ansu Fati

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.