No último mercado de transferências, a saída do guarda-redes Rui Silva para o Bétis foi um tema quente na imprensa, algo que o português confessa ter sido difícil de lidar.

"Foi muito difícil. Todas as semanas havia notícias sobre mim. Os jogadores também leem as notícias. No meu caso, tento abstrair-me um pouco, mas muitas vezes é complicado, porque se não leio há sempre alguém que me envia a notícia", começa por admitir em entrevista à Eleven Sports.

"É normal que haja sempre essa pressão extra. Tento sempre estar concentrado e quando jogo dou o melhor de mim. Estou a representar um excelente clube, que me deu tudo e isso é o que tenho de respeitar até ao último dia do contrato. É o que farei", rematou o guarda-redes.

Rui Silva, de 26 anos, termina contrato com o Granada em 30 de junho, razão pela qual estava livre para assinar um pré-acordo com o Bétis, embora o vínculo apenas seja válido a partir do final da presente temporada.

O guarda-redes, natural da Maia, chegou aos seniores nos madeirenses do Nacional, clube pelo qual ainda foi júnior, e ao Granada em 2016/17, mas foi em 2017/18 que assumiu a titularidade, contribuindo para o regresso da equipa à divisão principal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto